Numeração de Alianças Anatômicas devem ser um número menor?

Um dúvida bastante comum entre casais que estão comprando alianças anatômicas é se a numeração da aliança anatômica deve ser um número menor, em relação a medida de uma aliança não anatômica.

A resposta correta é: depende.

Antes de mais nada, é necessário que você saiba a diferença entre uma aliança anatômica e uma aliança não-anatômica. Por isso, caso ainda não tenha lido, recomendamos que confira esse post aqui para esclarecer a diferença!

Bom, se você já leu nossa matéria sobre Alianças Anatômicas ou Boleadas, deve ter percebido que o principal diferencial dessas alianças é o fato de serem internamente arredondadas. 

Em termos práticos, o interior arredondado da aliança anatômica diminui com contato entre a joia e o dedo, causando mais conforto! Consequentemente, o menor contato entre a pele e o metal, faz com que a aliança seja mais fácil de se retirar e de se colocar.

Pelo fato de as alianças anatômicas ou boleadas apresentarem essa facilidade na hora de serem retiradas ou colocadas, muita gente acredita que você deva comprar um número de aliança menor que a medida encontrada na aneleira, a fim de que a aliança fique mais justa no dedo. Essa informação está correta? Como falamos acima, DEPENDE! Mas fique tranquilo, nós iremos esclarecer isso em breve.

Para um melhor entendimento, é necessário saber o que é uma numeração e como elas são obtidas (confira como saber sua medida de aliança aqui)

O que exatamente representa a medida do dedo?

A numeração nada mais é do que a medida do seu dedo. Assim, cada numeração corresponde a um tamanho de diâmetro interno de um anel.  Ou seja, a circunferência interna do anel deve estar de acordo com a área ocupada por seu dedo no interior da joia, assim o anel não ficará apertado, nem cairá do seu dedo!

Vamos tomar como exemplo a medida de aro tamanho 15.
Na tabela brasileira (confira a tabela de medidas) a numeração 15 corresponde a exatos 16.75mm de diâmetro interno.

Em outras palavras, significa dizer que, na tabela de medidas brasileira, por convenção a medida 15 é correspondente a uma joia com 16.75mm de diâmetro interno.

Como descubro a medida do meu dedo?

Sem dúvidas, os métodos mais confiáveis para se retirar as medidas são: por meio de uma aneleira metálica ou um bastão medidor de anéis.

A aneleira metálica possui diversos aros com as numerados, cada numeração, como explicamos acima, será correspondente a um aro com um determinado diâmetro interno.

Assim, você irá experimentar o aro que melhor se acomode ao seu dedo para descobrir sua medida. Achou o tamanho certo? Experimente um número abaixo e outro acima para se certificar de que aquela é realmente sua medida.

Importante:

  • Nossos dedos tendem a inchar no calor, por isso, nunca escolha uma medida muito apertada;
  • Segure o peso do restante da aneleira e veja se o tamanho escolhido está adequado;
  • A aliança deve ficar confortável, mas não muito larga. É importante que ela apresente uma leve resistência na junta do dedo na hora de ser colocada e retirada. Isso evita perdas.
  • Modelos acima de 6mm de largura produzem maior sensação de aperto.

Então, vamos supor que você tenha optado pelo aro número 19 da aneleira. Essa será sua medida 🙂

Obs: Para que as medidas sejam corretamente tiradas, é importante que a aneleira esteja com os aros padronizados de acordo com a ABNT. Por isso, retire suas medidas somente em joalherias confiáveis para evitar erros.

Como escolher a medida das alianças?

Bom, esclarecidos alguns pontos, vamos ao que interessa!

Via de regra, você deve encomendar as alianças na mesma medida retirada nas aneleiras. Ou seja, mesmo se alianças forem retas ou anatômicas, sua medida será equivalente a numeração encontrada na aneleira. Basicamente o que vai ser o diferencial entre elas é que as alianças anatômicas serão mais confortáveis no uso diário.

Mas, como toda regra tem sua exceção, há um caso em que é recomendável que você reduza em um número sua medida: alianças anatômicas com 1.5mm ou mais de espessura. 

Fique atento: Alianças anatômicas com mais de 1.5mm de espessura

Como explicamos em um post anterior, para que o formato anatômico interno (arredondado) possa ser feito, é necessário mais ouro na confecção das joias e, consequentemente, elas ficam mais espessas (ou seja, ficam com maior altura) que uma aliança não-anatômica. Quando a espessura da joia fica com mais de 1.5mm de espessura, isso pode influenciar na medida, deixando a aliança ainda mais fácil de ser retirada e colocada. Por isso, recomendamos que a aliança seja encomendada com um número a menos apenas nesses casos.

Um dos motivos que explicam a necessidade de reduzir a numeração nesses casos é o fato de que as medidas são retiradas em aneleiras, que possuem aros com interior RETO. Ou seja, a aneleira  possui aros não-anatômicos. Logo, no caso de alianças anatômicas com mais de 1.5mm de espessura, o arredondado interno fica ainda mais acentuado, fazendo com que as numerações acabam variem um pouco.

Vale lembrar que a espessura de uma aliança é determinada por 03 fatores:

  • Quantidade de ouro;
  • Largura;
  • Numerações dos aros do casal.

Por isso, um casal de noivos que compram um determinado modelo de alianças e possui medidas 15 e 22 terão alianças com mais espessura do que um casal que tiver medidas 19 e 25. Inclusive, em casos em que a numeração dos noivos é bem acima da média, é recomendável que seja acrescentado ouro ao par para que a qualidade da joia seja mantida.

Um detalhe importante…

Como explicamos acima, as medidas são retiradas com o objetivo de encontrar o diâmetro interno que melhor se adapte ao tamanho do dedo, por isso, é importante que você saiba que não existe numeração exata. 

Lembre-se que as medidas dos nossos dedos variam conforme as condições de temperatura! Por isso, é normal que você sinta as alianças mais apertadas no verão e mais folgadinhas no inverno, ok?

Importante: recomendamos que você nunca durma com joias. Durante a noite, muitas pessoas ficam com as mão inchadas e o anel pode dificultar a circulação ou até mesmo ficar preso nos dedos. Muita gente acha que isso é exagero, mas realmente pode acontecer! A apresentadora Sabrina Sato ficou com um anel preso em seu dedo e teve que ser socorrida pelos bombeiros há alguns anos! O anel foi cerrado para ser removido! Veja abaixo uma foto do anel preso no dedo de Sabrina.

Portanto, não estranhe se o anel não ficar exatamente na medida que você gostaria, isso é normal! É recomendável que a joia apresente certa resistência nas juntas ao ser colocada ou retirada e é completamente normal que a aliança gire um pouco. Do contrário, a joia vai te apertar!

Existem pessoas que possuem os dedos finos e juntas grossas, normalmente em razão da prática de determinados esportes ou decorrente de lesões. Infelizmente, a aliança ficará mesmo mais solta no dedo nesses casos. A dica é escolher o menor tamanho que passe entre a junta do dedo.

Conclusão:

Ao escolher suas alianças, leve em consideração a espessura aproximada do par! Ao optar por uma aliança anatômica com espessura de 1.5mm ou mais, é recomendável que você opte por um número menor do que a sua medida.

Exemplo de Alianças Anatômicas

Clique nas imagens para saber detalhes!

  

 

Reisman Alianças e Joias

Reisman Alianças e Joias é uma das principais fábricas do Brasil. Fundada em 1967, conta com mais de 100 mil clientes atendidos. Em 2008, suas operações focaram-se no ecommerce, atendendo todo o território nacional com preços de fábrica.

Click Here to Leave a Comment Below